Cypher (part. Costa Gold e Funkero)

Haikaiss

Compositor: Não Disponível

Damassaclan é o que?
Damassa é fumaça, é uma raça, é uma praga, é o enxame
Uô, tá foda pra caralho meu chapa
No mundo que a gente vive eu gasto saúde pra ganhar dinheiro
Eu ganho dinheiro pra gastar saúde
E se você não se ligou
Se você não entendeu nada do que eu tô falando
Fala pra eles que é tarde

Ahhh, se sonhassem o quanto eu me dedico, filho
Cada linha um quarto, entre a raiz e o fruto puro
Eu, tenho me deparado, eu tento nunca paro
Mente é instrumento sem reparo
E no meu caso está com um caso raro
Meu trabalho que cobra demais
Por favor alguém me ajuda a lidar com a fama
Eu bebo mais a cada show que passa
Eu ando fazendo 4 ou 5 show a cada semana
Eu digo sem sal, meu lado sensato, chato
Careta eu não acho nada engraçado
Jornal, praia, TV, eu acho isso tudo um saco
Fictício esse filme imprevisível
Combustão, combustível
Convivo com inimigo imperceptível
Acessível ta na mão, ai, só falta eu dividir
Irritado sim, fiz bate e volta e nem comi
E tu me criticando com a mão suja de fondue
E sem rotina, mas não tenho caso
Um maço não basta, então me traz de caixa
Não dá, quando isso vai mudar? E aê?

Cê me acusa de culpa, que eu falo bosta só pra insultar puta
Que eu acho da hora usa mais droga que o Supla usa
Se o meu som te incomoda então troca e escuta Xuxa
Mas quando toca esse som tu rebola sua bunda
Não é nada angelical, vender a alma como um culto medieval
E sem igual, um ancestral criou lá de Senegal
Pra tá na boca da favela até o colegial, é genial
Mas controlar massa pode ser terminal
Enquanto a juventude pensa só com genital
Aqui não se ilude, o truque é fugir do convencional
Entende qual? É questão de sempre ser excepcional
É, pode ser legal, só pra quem não vê o mal
Que vi, ó quanto sofri, quanto todo mundo ri
Junto com o demônio, rindo, preciso de ajuda aqui
Quantos Judas vi partir, muitos vi cair
Me feri, mas é que poucos têm o sangue de Davi

Vim do futuro e sim sei bem que devo repetir a fórmula
Similar ou idêntica
Outra vida filógina
Revendo, destruir, reconstruir por cada página
Pra poucos entenderem o quanto é trágica
Pode ser que eu tenha sido um pouco esnobe
Pode ao revender querer quebrar recorde
A sorte é ser, não ter, aprender a sentir
Não repetir, se desfazer
A saber perder, saber ganhar, mas devolver
Eu faço rap desde quando não era tão interessante
Vamo recapitular: era outro CEP, era em K7
Esses muleque pra mim é tudo redundante
Inimigo é pra estimular, aí, poucas ideias
Avisa do contratante ao militante condizente
Que alimenta o modelo de negócio feito pra principiante
Foda é que minha equipe tá gigante
Tem humildade de reconhecer é dar estrutura ao filha da puta arrogante

Aí filha da puta arrogante
Seu tratamento foi lixo e nós sabe, rapaz
Abordagem policial de que jeito? É denúncia
Com uma pá de doze e fuzil apontado pra cara
Cê pensa que nós tá barão?

É que o kabum foi jab certo como Sun-Tzu
Pra atacar bobo ataca fogo, fi
Então respeita porque o berço é a terra que eu nasci
Pisa fofo, nós é o underground mofo
Mais energia na voz que na minha, não existe
4 da madruga e nós tá ouvindo Fifty
Várias 4 puta, pura coca, ouvindo um beat que
Mobb Deep, Q-Tip, que se
O sul tá vivo? É melhor cê perguntar pro Nitro Di
Nitro e nós ouvindo um Ozzy Osbourne
Black Panther, banca black, do cabelo black
Então foda-se a cor da pele
Predella mostra pro Ronaldo como adestra a Cicarelli (ahn)
Predella atropela, pela, pneu da Pirelli (ahn)
Própria tira todos rima cópia que são fake (ahn)
Quanto mais trabalho dá pra perceber que
Cês não vale um furo no meu moletom da Bape
Raro igual Super Mario ou Supreme
From hell do céu eu e o Miguel é over no seu game
Peçanha, busca o querosene
A Irene com convicção grita: "Foda-se a PM"
Foda-se a PM
É Costa Gold e Haikaiss
É a Zona Oeste e a ZN
Meu maninho disse: “Foda-se a PM”
Costa Gold e Haikaiss

X-Men, Funkero Kobain
Cuspi nesse verso, direto do além
Eu morri a 10 mil anos atrás
Fui no inferno e voltei pra buscar meus rivais
Vim do fim da fila direto pro pódio
Que se foda seu ódio
Não é nada pessoal, são apenas negócios
Damassaclan, pelotão
Uma só nação
Jogo sujo igual dinheiro, ritmo frenético
Dando choque nos otário, aborto elétrico
Se prepara pro massacre, guerra é arte, Sun-Tzu
Versos Full Contact, rap Kung-Fu
Você são mais falsos que ostentação em clipes
Opero MC’s sem anestesia, Doutor Fritz
Tiro trocado num dói, chora boy, anti-herói
DMC, Narcos, drugstore, cowboy

Cê soubessem o quanto eu me dedico, filho
Prato pros meus, reparto do prato pros seus parceiro
Não se adimira, é coincidência, um instrumento de Deus
E mesmo levando de assalto, em tempo de farpa, em tempo de andar em breus
Eu sou do estilo guerrilla
Aquele que luta e mostra a fé pra ateus
Ouvindo conselho do sábio que ocupa o lugar
Me compare com Stephen Hawking
A diferença é quem em cima do beat, enquanto tu ouve, eu consigo falar
Meu MC favorito não é MC escadinha nem vive num conto de fadas
Seu MC favorito ainda não paga nem as conta de casa
Ouvir algumas verdade te corrói
O rap de vocês é muito play pra pouco boy
Sem vergonha do pé descalço
Eu vejo leões e motanhas de estrume
Cês tão gostando tanto de sangue que o Drácula tá com ciúmes
Lembrei, enquanto tava bom tava bonito
O amigo da onça, a onça do meu amigo
Pra fechar com chave de ouro
Salve Marecha, rei das linha
E se a música só terminou agora
É porque dessa vez a porra da música é minha

©2003- 2017 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital